9 de janeiro de 2015


Mini Cachorro-quente (pra deixar o findi mais feliz)

Divulgação
Final de semana de verão é tão bom que precisa ser comemorado e agradecido. Nem precisa ser uma celebração assim, tão sofisticada. O que realmente importa é juntar quem a gente gosta (ou curtir um tempo sozinho) e compartilhar este momento do nosso jeito. 

Para "variar" um pouco, a minha comemoração vai ser com comidinhas! Deu vontade de fazer pra família uns mini cachorrinhos-quentes ou enroladinho de salsicha, se preferirem. Eu, então, resgatei uma antiga receita (e testada) e queria muito dividir com vocês. A única alteração que vou fazer é em relação à farinha. É que o povo daqui gosta de coisas saudáveis, então, 1/3 da quantidade de farinha será substituído por farinha integral. Vocês sabem que fazer uma massa só com farinha integral fica pesado demais, né? Acho até que 50% fica muito massudo, mas esta proporção fica ao teu critério. A fonte da receita é caderno de gastronomia do jornal Zero Hora. Infelizmente, não guardei a data.

Espero que esta receita sirva de inspiração pra te reunir e deixar este final de semana comum num momento especial. Se fizerem esta ou outra receita, compartilhem!!! :)

Mini Cachorro-quente 

Ingredientes:

1 sachê de fermento biológico seco
1 xícara de água morna
500g de farinha de trigo
4 gemas
1 colher (sopa) sal
1 1/2 colher (sopa) açúcar
2 colheres (sopa) manteiga
200g de salsicha

Para decorar:

1 gema
1 colher (sopa) de leite

Em uma vasilha grande, misture o fermento com o açúcar. Acrescente as gemas, a manteiga e, por último, o sal. Adicione a água intercalada com a farinha aos poucos (não coloque toda a quantidade de farinha de uma vez só. Tu pode atingir o ponto da massa com menos quantidade de farinha). A massa estará no ponto ideal quando desgrudar das mãos. Deixe a massa dobrar de tamanho em uma vasilha coberta com um pano em local mais aquecido e longe de vento corrente. Após o crescimento, abra a massa em uma superfície enfarinhada. Para dar o formato dos mini cachorrinhos, corte a massa em triângulos. Como uma pequena fatia da salsicha (eu gosto de dar uma pré-cozida na água antes) e enrole na massa a partir da base do triângulo. Pincele os pãezinhos com a gema diluída no leite. Coloque os cachorrinhos em uma forma antiaderente e asse em forno pré-aquecido a 200ºC até ficarem dourados. Tem gente que gosta de colocar tomate, cebola e alho picadinhos junto com a salsicha. Nunca testei, mas também deve ficar ótimo. 

14 de novembro de 2014


É tempo de piquenique

Foto: arquivo pessoal
Gurias, queridas! Esta longa ausência, a qual eu lamento demais, não foi em vão. Foi um longo período de muito trabalho, estudo e questões em família. Depois de tudo encaminhado, deu tempo ainda para curtir umas férias muito esperadas. Agora que as coisas parecem estar mais organizadas, e que a melhor época do ano está chegando, volto pra falar de algo que amamos: piquenique. Especialmente aqui no sul, esta época do ano é perfeita para curtir um piquenique, pois não é aquele frio de rachar nem um calor insuportável. 

O que eu mais gosto na ideia do piquenique, que virou uma atividade cool recentemente (especialmente com a onda dos food trucks), é que ele transforma algo simples em um momento especial. Basta a toalha no chão, um lanchinho caprichado e um lugar ao ar livre. As cidades estão repletas de parques, pracinhas e jardins pra estender a toalha e aproveitar o tempo livre em contato com a natureza. A praia, claro,  também funciona muito bem como cenário para um piquenique. Mas se, em último caso, não houver praça ou praia, não vejo problema nenhum em transformar a sala de estar ou um espaço aberto do condomínio em um piquenique maravilhoso. Hoje, compartilho várias inspirações para tu fazer algo diferente, com simplicidade e aproveitar o tempo livre de um jeito diferente. Além disso, coloco algumas fotos do piquenique que a família organizou no aniversário de 7 anos do meu afilhado Ícaro. Aliás, fica aqui a dica do piquenique como tema para festas de gente pequena e gente grande também. É mais fácil de organizar, todo mundo gosta e o valor sai bem mais em conta. 

Como a estrela do piquenique, em geral, é o cenário onde será realizado, a decoração é um item que fica bem mais modesto. Isto é ótimo se estivermos tratando de uma festa. Muitos objetos que já se tem em casa casam muito bem com a proposta e dão um efeito excelente. É nestas horas que os vidros em conserva, aqueles que comentei aqui, têm uma função ótima como vasos e suportes para talheres e alimentos. Latas de leite em pó são muito úteis também, assim como os caixotes de frutas. Para quem não tem a clássica toalha xadrez, não é necessário comprar em lojas caras: basta ir em casas de tecido a metro e adquirir um bom pedaço. Nem precisa fazer bainha. Eu complementei o piquenique do Ícaro com chitas e juta, que eu já tinha da festa junina.

As flores são sempre bem-vindas, mas, dependendo do local, podem até ser dispensadas. Eu, que não abro mão delas nunca, investi em um buquê misto de flores do campo e mosquitinhos, comprados na Ceasa, que é mais barato. Se tiver uma árvore próxima do local, fica muito legal pendurar luminárias, balões, bandeirinhas ou pequenos vidros com flores. O velho tacho de cobre, que antes servia pra minha vó fazer doces, desta vez virou o suporte das bebidas com gelo. De resto, utilizamos itens que sobraram de festas anteriores e, de lanche, foram os clássicos cachorro-quente, pipoca, mini pastel e docinhos. Como novidade (que é bom sempre ter!), servimos a torta de Kit Kat - feita por mim e que um dia quero dividir a receita e a experiência com vocês - e bombons de sorvete. Estas delícias, elaboradas pela Feito de Sorvete, foram o destaque da festa. Recomendo muito para quem for daqui. É uma excelente opção de sobremesa para as festas de final de ano. Quem encomenda os bombons, leva emprestada a bolsa térmica pra servir. Muito especial! Espero que vocês gostem!
Foto: arquivo pessoal
Foto: arquivo pessoal
Foto: arquivo pessoal
Foto: arquivo pessoal

Via Pinterest
Via Pinterest
Via Pinterest
Via Pinterest 
Via Pinterest
Via Pinterest

5 de agosto de 2014


Super cookies!

Via Pinterest
Conforme comentei aqui na semana passada, compartilho com vocês uma receita de cookies maravilhosos e muito fáceis de fazer. A receita é de mais um blog querido e repleto de receitas sensacionais, o Technicolor Kitchen. Tudo o que fiz de lá ficou uma beleza. Ah, e cookies são sempre uma ótima ideia de presente a uma pessoa querida. Por isso, além da receita, selecionei imagens inspiradoras de cookies como regalo.

Cookies com Gotas de Chocolate, do blog Technicolor Kitchen

Ingredientes:

90g de manteiga
100g de açúcar mascavo
1 colher (chá) de essência de baunilha
1 ovo, levemente batido
1 colher (sopa) de leite
200g de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
170g de gotas de chocolate


Pré-aqueça o forno a 175ºC. Forre duas assadeiras grandes com papel manteiga. Bata a manteiga com o açúcar numa tigela até obter um creme. Junte a baunilha e o ovo, aos poucos, batendo bem. Misture o leite. Peneire a farinha e o fermento e junte ao creme com uma colher. Adicione as gotas de chocolate. Molde os biscoitos às colheradas e deixe uma distância de 3,5cm entre eles. Aperte as bolinhas levemente com um garfo enfarinhado. Asse por 20 minutos ou até que estejam dourados.

Rend.: 23 unidades de 25g cada


P.S.- Juliana: se tu tiver dificuldade de encontrar gotas de chocolate, podem ser utilizados pequenos pedaços de uma barra. Com M&M's eu nunca fiz, mas deve ficar bom também!
Via Pinterest
Via Pinterest
Via Pinterest

Via Pinterest
Via Pinterest
Via Pinterest
Via Pinterest
Via Pinterest
Via Pinterest
Via Pinterest

22 de julho de 2014


Sua casa transformada num parque de diversões. As crianças estão em férias!

Divulgação
Via revista Casa e Comida
É tempo de férias escolares. A cidade e as famílias já alteraram suas rotinas. Há quem já esteja de malas prontas para aproveitar esse precioso tempo com as crianças. Mas há também muitos pais que não têm a possibilidade de tirar uma folga neste período. Este post é para quem precisa de algumas inspirações para tornar as férias em casa divertidas. Além das atividades em casa, museus, centros culturais, salas de cinema e escolas de arte oferecem, nesta época, uma série de atividades criativas para aproveitar o tempo livre e são ótimas alternativas. 

Por aqui, ficam sugestões de algumas brincadeiras, como pintura e as clássicas barracas de lençol no meio da sala. Dá pra transformar a sala de estar (viva a bagunça!) numa sessão de cinema especial. E nas férias não podem faltar muitos piqueniques com guloseimas. Deixo aqui a sugestão dos cookies, que podem ser feitos em casa com a ajuda dos pequenos. A receita é bastante simples e deliciosa. Para quem quiser fazer em casa, prometo postar a receita aqui nos próximos dias (dividirei as sugestões em posts diferentes, para não ficarem muito extensos), assim como algumas ideias de manualidades para estimular a criatividade. Na edição deste mês da revista Casa e Comida, é possível conferir uma reportagem com mais ideias lindas. 

Via Pinterest
Via Pinterest
Via Pinterest
Via Pinterest
Via Pinterest
Via Pinterest
Via Pinterest
Via Pinterest
Via Pinterest
Via revista Casa e Comida
Via Pinterest

26 de junho de 2014


Uma coleção de cores vibrantes e energia positiva

Era para ser um sousplat, mas não tive coragem! Agora é um quadro.
Faz um certo tempo que não coloco aqui fotos dos meus trabalhos. Hoje deu vontade de compartilhar, especialmente esta série que contrasta com os dias cinzas lá fora. As peças são inspiradas no trabalho da artista Sandra Malone na revista Sunny Side Up. Adoro esta artista e, em especial, as ideias desta publicação. Ao contrário do tempo que anda rolando por aqui, esta coleção é colorida, positiva, apaixonante. Bem como a casa e a vida da gente deveriam ser. Que venha o sol de uma vez! :D

 

16 de junho de 2014


Campanha publicitária inteligente que nos trata como cidadãos inteligentes


Sou uma entusiasta das ações de marketing e comunicação inteligentes. Esta, da IBM, é uma das melhores que vi nos últimos tempos. Felizmente, as grandes marcas deram-se conta de que aqueles velhos argumentos de persuasão na publicidade "tradicional" já não nos convencem mais e, em casos mais graves, são carregadas de preconceitos. 

Campanhas como esta nos tratam como pessoas inteligentes. Mais do que consumidores, somos tratados como cidadãos, retomando a ideia - já não tão nova assim - do antropólogo argentino Néstor Garcia Canclini. Sem contar que, estes são excelentes exemplos de que é plenamente possível conciliar a geração de resultados a uma empresa com a multiplicação de impactos positivos na sociedade. Não deixem de assistir ao vídeo. E para conhecer melhor o projeto e deixar sugestões, o link é este aqui.
Imagens: divulgação