28 de outubro de 2013


Festa das Frutas

Pessoal, dou início ao post de hoje pedindo desculpas pela ausência na última semana. Sabem aquele velho dilema tipicamente feminino trabalho-casa-família-lazer-etc? Pois é, me perdi nele nos últimos dias, mas agora tento me reorganizar. 

O calor se aproxima do sul e eu começo a me empolgar com a chegada do verão, das férias e tudo mais. Daqui a pouco, chega aquela época do ano cheia das comemorações, encontros, que eu  particularmente adoro, mas com as quais um monte de gente se estressa. Aproveito o ensejo para adiantar esse assunto:  até a véspera do Natal, pretendo dividir com vocês minha campanha pessoal de final de ano. E torço para conquistar novos adeptos! Minha proposta é simples: reduzir o consumo e o estresse típicos do final de ano e aprender a curtir o que este período tem de melhor. Menos shopping, menos gastos desnecessários, menos trânsito e mais celebração do presente, da vida. Sou pouco pretensiosa, não? Brincadeiras à parte, minha ideia é registrar, a quem interessar, sugestões criativas e simples para acabar o ano mais light, e compartilhar o que venho testando por aqui e que tem rendido bons resultados. 

Por falar, então, de comemoração, férias, calor e tal, inicio os trabalhos falando de... frutas! Sempre me pergunto por que não temos o hábito de servir frutas em festas, com raras exceções no Ano Novo e Natal. Claro que qualquer festa que se preze tem que ter guloseimas. É o momento de servir algo especial. Mas por que não oferecer também uma opção mais leve e saudável? O fundamental é dar opções de escolha às pessoas. 
Assim como as saladas, que foram aprimoradas e adaptadas às mais diferentes modalidades de recepção, as frutas também podem ser incorporadas aos cardápios. Sozinhas elas podem não ser tão atraentes, mas é aí que entram as formas criativas de apresentação e alguns complementos mágicos, como chocolate, chantily e sorvete. Outra possibilidade é acrescentar frutas congeladas a bebidas, como o espumante. Apresento algumas sugestões e até arrisco dizer que essas ideias podem ser testadas em festas infantis!
Já que já citei o Natal, deixo também a dica para que neste próximo tu já experimente alguma dessas ideias. Na minha família, costumam resmungar que o tradicional menu natalino é "seco" (farofa + arroz + chester sem molho + passas + nozes...). Nesse caso, as frutas e suas múltiplas combinações podem funcionar. 
Via Pinterest


0 comentários: