16 de outubro de 2013


Pão, sempre pão!

Via Pinterest
Via Pinterest
Via Pinterest
Tem dia comemorativo pra tudo nessa vida, né? Coisa boa! Pena que, às vezes, a celebração sucumbe à força do mercado. Prefiro pensar que essas datas especiais são pretextos para comemorar o presente, a vida, e reunir os queridos. Pois hoje é o Dia Mundial do Pão, então merece ser muito festejado, vocês não acham?

Tanto quanto apreciar, eu adoro fazer pão. Como já disse aqui em outras ocasiões, minha curiosidade "culinarística" me impulsiona a buscar a receita perfeita de pão. Confesso que ainda não a encontrei e sigo nessa missão. Se alguém aí tiver esse tesouro, por favor, compartilhe! Já testei muitas receitas, inclusive o tal fermento natural (ou massa-mãe), que temos que diariamente alimentar e tal. Muito bom esse fermento aí, mas dá um trabalhão. O pão ficou bem mais saboroso do que aquele feito com fermento industrializado, porém esbarra na questão da vida moderna. Fica difícil ter que conservar o fermento todos os dias, além de nos colocar na obrigação de fazer pão o tempo todo. 

Uma das minhas obsessões é reproduzir o pão espetacular do restaurante La Villa Amalfi. Se um dia tiverem a oportunidade, conheçam o local. O pão servido quentinho de entrada é um dos melhores que já provei. Tenho uma vontade de ir lá e ver como eles fazem, que vocês não imaginam. É, sem dúvida, um dos tesouros gastronômicos da cidade. 
La Villa Amalfi
Felizmente, acendeu uma paixão na cidade por padarias de verdade. A cada mês, leio notícias sobre a inauguração de uma nova. A demanda reprimida por padarias de qualidade está provocando uma corrida nos empreendedores do setor. Uma das mais queridas (e já tradicional) é a Barbarella Bakery, da Ana Zita Fernandes, autora da receita (apresentada no canal Bem Simples) que faço questão de dividir aqui com vocês. 
Se ainda não encontrei a receita de pão branco perfeita, a de pão integral eu já descobri. A receita demanda um tanto de ingredientes, mas vale à pena. Cada embalagem dos cereais e farinhas rende muitos pães. Ela pode ser feita na máquina de pão, para quem quer economizar esforço. Aqui, as quantidades são para meia receita, o que rende dois pães de forma médios. Dá pra fazer redondinhos também, que ficam ótimos. 

Pão Preto com Cereais

Ingredientes:

350g farinha de trigo
75g farinha de centeio 
75g farinha integral 
65g aveia laminada grossa 
65g linhaça 
25g açúcar mascavo 
40g manteiga 
10g sal 
50g mel 
30g fermento biológico fresco 
1 ovo
200ml água 
110ml leite
Aveia laminada extra para decorar o pão      

Colocar no recipiente da máquina de pão todos as farinhas e ingredientes secos. Fazer um buraquinho em um do cantos da farinha e esfarelar o fermento. No canto oposto ao fermento, colocar o sal. Em outro buraquinho, colocar o mel, o ovo e a manteiga. Colocar o recipiente na máquina de pão e selecionar o a opção nº 8 (massa). A máquina começará a bater a massa. Ir adicionando aos poucos a água e o leite morno. A máquina irá bater a massa por 20min. Em seguida, a massa irá descansar e crescer na máquina de pão. Retirar a massa da máquina e dividir em duas partes. Abra a massa em formato oval, enrole como rocambole e pincele um pouco de água pelo pão. Salpique um pouco de aveia laminada. Deixe os pães dobrarem de tamanho. Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC, por 30min.

Olha aí os meus!

1 comentários:

Vicente Fonseca disse...

Esse pão é maravilhoso mesmo. E o do Villa Amalfi é mesmo uma loucura, ainda mais porque é servido bem quentinho!