7 de abril de 2014


O bolo de cenoura perfeito e o cachorro traquinas. Não podia dar certo!

Datas festivas são cheias de clichês, certo? Só que eu não vejo problema algum nisso. Natal, festa junina, aniversário de criança, Páscoa. Cada data tem o seu ritual e acho que é exatamente isso que torna cada uma dessas celebrações um momento especial, familiar e aconchegante. Só que há um detalhe fundamental: a graça nessa função toda é, a cada ano, planejar e inserir algo novo ao tradicional. E, assim, o que era para ser repetição se torna uma reinvenção.

Como é época de Páscoa (que é, aliás, a data mais importante entre as celebrações cristãs. Não nos esqueçamos!), estou quebrando a cabeça e cansando os olhos atrás de ideias que remetam à data, mas que justamente não fiquem apenas nos coelhos infantis e tal. Difícil missão, mas sigo firme, pois meu propósito é compartilhar com vocês sugestões para um almoço de Páscoa lindo, simples e com quem a gente ama perto. 

Enquanto não encontro os toques de reinvenção que procuro, fiquemos, então, nos clichês! Se é Páscoa, é época de bolo de cenoura (também). Adoro bolo de cenoura com chocolate, só que sempre foi o meu calcanhar de Aquiles no mundo da confeitaria. Que dificuldade em achar uma receita que não virasse um tijolão com um leve sabor de cenoura. Todo mundo compartilhava a sua receita dizendo ser maravilhosa e nada. A teimosia foi tanta que não desisti. E, por fim, encontrei a combinação perfeita. Depois dessa, nunca mais um bolo de cenoura batumado. A receita é do blog queridíssimo que já comentei aqui, o Com uma Pitada de Açúcar, só que fiz algumas pequenas alterações. A receita é de família e, portanto, infalível. O toque de iogurte deixa mais especial.

Por aqui, este bolo fez um grande sucesso desde a primeira vez que fiz. Aliás, sucesso até com quem não deveria. Me distraí por alguns minutos e, quando olhei para o bolo recém terminado, ele estava todo roído! Interroguei todos que estavam em casa e nada! A resposta estava nos bigodes dessa Shih Tzu traquinas da minha mãe:
A Lilica sentada à mesa, esperando o bolo de cenoura. E qualquer outra coisa de comer.
Bolo de Cenoura e Iogurte

Ingredientes:

2 cenouras médias descascadas e cortadas em pedaços pequenos*
2 e 1/4 xícaras de açúcar cristal
1/2 xícara de óleo de canola*
1/2 xícara de iogurte (eu usei um de cenoura mesmo)
4 ovos
1 colher (sopa) de fermento em pó
2 e 1/2 xícaras de farinha de trigo

Modo de preparo

1. Pré aqueça o forno a 180 graus. Unte 2 formas de buraco no meio com manteiga e polvilhe com farinha de trigo. Reserve.

2. Peneire o fermento em pó com a farinha de trigo e reserve em um bowl. No liquidificador bata a cenoura com o açúcar, o óleo, o iogurte e os ovos até obter uma mistura bem homogênea. Retire do liquidificador e coloque a mistura em uma tigela grande. Acrescente aos poucos os ingredientes secos com movimentos envolventes até que esteja bem misturado. Cuidado para não mexer demais...isso pode deixar o seu bolo duro. 

3. Distribua a massa na assadeira previamente preparada e leve ao forno pré aquecido por mais ou menos 40 minutos, ou até que ao fazer o teste do palito o mesmo saia limpo. Retire do forno e deixe esfriar sobre uma grade.

4. A cobertura foi de negrinho. Eu acho que bolo de cenoura sem um chocolatinho tem só 50% da graça.


*Na receita original, eram 3 cenouras médias e 1 xícara de óleo. Optei em reduzir para não render tanta massa e ficar mais leve. 

0 comentários: