9 de maio de 2014


Para este Dia das Mães, vai um brunchzinho aí?

Via Pinterest
Vocês já caíram na cilada de sair para almoçar com a família em um domingo de Dia das Mães, assim como eu? Depois de peregrinar por três restaurantes (e não ter nada para preparar em casa), nos conformamos e esperamos na fila imensa. Para não deixar o mau humor tomar conta e transformar o momento de comemoração em puro estresse, optamos por levar a experiência como lição e relaxar. Depois dessa, nunca mais restaurante em dias festivos!

Com essa introdução, já é possível deduzir minha sugestão de hoje, certo? No próximo domingo ou em qualquer outra data com grande apelo comercial, transforma a tua casa no lugar mais acolhedor e especial que existe, reúne as pessoas queridas e aproveita. Alguns podem pensar que fazer algo em casa dá muito trabalho e não vale a pena. De fato, ser anfitrião altera a nossa rotina, mas ainda acredito que receber a família e os amigos no nosso território compensa o estresse de um restaurante lotado.

Além do mais, festejar em casa, atualmente, se tornou algo simples, informal. Há uma série de ideias pela internet e revistas que nos auxiliam a economizar energia e preocupação na hora de organizar uma recepção criativa. Pode ser o tradicional churrasco ou feijoada, mas é fundamental que o encontro tenha detalhes especiais para tornar o trivial em um momento único. 

Via Pinterest
Via Pinterest
Via tonyastaab.com
Sempre achei a ideia de preparar um café-da-manhã para as mães maravilhosa. Adoro, porque durante a semana quase nunca conseguimos apreciar um café como ele merece. Imagina começar o domingo com aquela mesa cheia de coisas deliciosas, excelente companhia, aromas, flores e sem pressa pra sair? Se tu não puder preparar as guloseimas, dá pra comprar quase tudo com antecedência e deixar só o café parar preparar na hora. 
Via Pinterest
Via tonyastaab.com
Melhor ainda que café-da-manhã é preparar um super brunch. O termo em inglês serve para designar a refeição que fica entre o café e o almoço. Para nós, aqui do sul, poderia ser traduzido como um belo café colonial. Inicia mais tarde - o que é ótimo para quem quer dormir mais um pouco - e avança pelo horário do almoço. O menu do brunch tem que mesclar guloseimas que caracterizam as duas refeições, mas nada que seja pesado. Não acho que um chá ou café-da-tarde seja um boa ideia, porque, provavelmente, o almoço/café no Dia das Mães já foi reforçado.
Via Pinterest
Via Tiny White Daisies
Via Pinterest
Como o clima por aqui está colaborando, o piquenique ainda está valendo como sugestão. Esta ideia, porém, merece um capítulo à parte. E para facilitar ainda mais a vida, o ideal é servir alimentos que as pessoas possam se servir sem cerimônia, de preferência que dispensem pratos, muitos talheres, baixelas etc. Não esqueçam de caprichar nas flores e no brinde. Que vocês possam curtir muito este dia das mães com quem vocês amam!
Via Tiny White Daisies
Via Tiny White Daisies

0 comentários: